Quem manda não usa coro(n)a

O rei manda que fiquemos em casa. E é esse o único poder que vamos dar ao rei. O país parou, não porque nos vergamos perante um vírus de coroa, mas antes porque com a saúde não se joga à apanhada.

O alarme disparou, é verdade, mas cabe-nos a nós decidir até onde ele se vai fazer ouvir.

O cenário parece apocalíptico e pensar que fugimos de algo que não vemos, fechados em casa para não sermos contagiados por um vírus que é mais pequeno 700 vezes que a espessura de um fio de cabelo, soa ridículo.

Mas não o é.

O assunto é sério e, como cidadãos conscientes que somos, vamos cumprir com as direções de quem as sabe dar.

O Covid-19 esvoaçou pelo Porto e limpou as ruas da Invicta e, com elas, as salas da Escola da Lomba, da Casa das Associações e do Fórum da Cidadania em Gaia.

Mas o Já T’ Explico continua a espirrar magia, com uma febre delirante pelo ensino e uma dificuldade em respirar erros matemáticos.

Hoje começamos as nossa explicações à distância, na sequência das várias medidas que adotamos e que permitem a construção da nossa postura proativa e preventiva.

Na semana que passou, ensinamos as nossas crianças a lavar (com muita água e sabão) os mitos construídos à volta do novo Corona Vírus.

Hoje damos-lhes o apoio para continuarem a crescer, mesmo sem irem à escola.

Cabe a todos nós zelar pela atenuação da situação e o Já T’ Explico fará o que está ao seu alcance nesse sentido.

Por isso, pensemos nas muitas outras coisas, mais úteis, que poderíamos estar a fazer, em vez de sair de casa. E, se não têm que o fazer, não o façam.

Enrosquem-se nos raios de sol que atravessam a janela, embebedem-se nas cores pastel do crepúsculo (como quem bebe dois litros de água) e sorriam ao espelho e à vida efémera.

Pensem que tudo é passageiro e “que a vida passa e não fica, nada deixa e nunca regressa”.

E em vez de enlaçarem as mãos com a Lídia, enlacem-nas com vós mesmos, vivendo os dias ao expoente de uma rapsódia boémia.

Um carinho virtual.

P.S. Em Portugal, o regime político regente não é uma Monarquia. Quem manda aqui não usa Coro(n)a.


Mais recentes

Subscreve a nossa newsletter:

Copyright Marketing&Comunicação e Maria João Durães