WebSeries 3.0 | Luzes, câmara, ação

 

Luzes, câmara, ação.

A personagem surge em cena, o Porto como fundo. Leva consigo um ar sonhador e uma mochila, entreaberta, a deixar espreitar o conteúdo. Parece vazia, mas, na realidade, vai cheia de sonhos.

 

O título do filme: “Sonhar com a Mochila às Costas”.

 

Só lhe faltava ser um filme, na realidade.

Apresentamos o WebSeries 3.0, uma compilação de seis episódios, lançados nas redes sociais do Já T’Explico. O objetivo é partilhar um pouco do tanto que fazemos nesta associação de voluntariado. A edição é já a terceira e o tema foca-se na importância da educação e em como não é impossível ter dois amores.

 

O WebSeries 3.0 conta com quatro convidados que, em dez minutos muito condensados, falam das suas paixões como um romance que se vive intensamente.

Sem querer pôr a carroça à frente dos bois, o primeiro episódio é, precisamente o trailer do filme. Apresenta o tema e mostra como, muitas da vezes, o extra-curricular se revela mais currículo que extra.

 

No seguimento, surge a primeira personagem, Juliana Rocha, de cognome eterna estudante.

A Juliana fala do seu tempo (e do seu coração) como fatias de pizza, “Quando gosto de alguma coisa, eu dou tudo de mim”. Com o teatro, os jovens sem fronteiras, as artes marciais e a política à mistura, a Juliana conciliou o boxe com os estudos sem nunca ficar KO. É pentacampeã e, crendo na importância de uma formação, com 27 anos continua a apostar nos estudos, estando a fazer o Doutoramento em Ciências Forenses na FMUP.

 

O segundo convidado é Miguel Nascimento, um total malabarista de ocupações. O Miguel é trabalhador-estudante, treinador de futebol, músico e político e, nos tempos livres, estuda Direito na FDUP. Auto-entitulando-se de “preguiçoso funcional”, combate a sua vontade de ficar na cama até ao meio-dia com a resiliência de não se contentar com um só projeto. Para ele, viver é dar e receber da comunidade. A partilha da sua experiência é só um meio para atingir esse fim.

 

Em terceiro lugar surge o Pedro, dos Holy Nothing. Arquiteto de melodias, como o próprio nome indica, completou o curso de Arquitetura na FAUP, enquanto respirava notas musicais. Com um especial gostinho por fazer muito ao mesmo tempo, no 4.º ano do curso desenvolveu com dois amigos o projeto audiovisual Holy Nothing. As primeiras músicas foram desenvolvidas numa dispersão geográfica por continentes, quando estava de Erasmus, e construídas através do dropbox. Para o Pedro, o valor da vida é a persistência.

 

E, por último, mas não menos importante, surge a dupla piromaníaca da dança, o Sérgio & a Rita. Foi a dança que os juntou há 18 anos e é a dança que ainda hoje os mantém juntos. Tiraram dois cursos em simultâneo e ao mesmo tempo também que davam aulas de dança e treinavam. Viram o seu esforço recompensado no campeonato do mundo na Colômbia, para além dos vários títulos que já conquistaram a nível nacional. E a gestão de tempo é algo com que já lidam desde muito cedo mas suas vidas.

 

Termina o WebSeries com um vídeo em jeito de créditos finais. Surgem em cena os que estão em campo no Já T’Explico, seja em palco ou nos bastidores. Porque temos um orgulho imenso naquilo que construímos e no que vamos ainda construir. E, se até os ratos sonhos, por que é que nós nos haveremos de limitar? Em 2020 vamos sonhar em grande com a mochila às costas e as duas alças nos ombros. Juntos vamos prevenir os maus jeitos na coluna e juntos vamos também pôr os mais novos a pensar em grande!

 

“Sonhar com a mochila às costas”,

em exibição numa rede social perto de si.

 

Para ver ou rever: https://youtu.be/X8u2lWB6-nw

Please reload

Mais recentes

November 5, 2019

February 18, 2019

November 27, 2016

November 18, 2016

November 13, 2016

Please reload

Subscreve a nossa newsletter:

Copyright Marketing&Comunicação e Maria João Durães